Jogos Eletrônicos: ambiente de aprendizados

Por: Ana Paula de Jesus Capistrano                                                                                     Graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal da Bahia                                           Bolsista do Programa de Educação Tutorial – PET – UFBA

      Sabemos que o brincar é uma prática inerente ao ser humano e muito importante para o seu desenvolvimento. É através das brincadeiras que as crianças desenvolvem sua motricidade, a memória, a capacidade de concentração, suas relações interpessoais e seus muitos “eus”, dentre muitas outras habilidades.

brincadeiras1

   Muitos defendem a importância das brincadeiras tradicionais por serem consideradas parte da cultura popular e um meio de ligação entre as gerações mais antigas com a geração atual e futura.  Mas o que dizer dos jogos eletrônicos? Será que essa modalidade do brincar também contribui para a aprendizagem e o desenvolvimento infantil?

      Vivemos em uma época em que a tecnologia está se desenvolvendo cada vez mais rápida. Hoje, ela está presente na maior parte do nosso cotidiano, e com isso, cada vez mais cedo as crianças estão se apropriando desse universo tecnológico. Assim, os jogos eletrônicos se tornaram uma modalidade do brincar muito frequente no cotidiano infantil.

sites-educativos

      Ao contrário do que muitos pensam, os jogos eletrônicos podem sim proporcionar aprendizado e desenvolvimento para as crianças. Eles contribuem para o desenvolvimento de habilidades como: raciocínio lógico, planejamento estratégico, concentração, poder de decisão e alguns mais modernos podem trabalhar até os movimentos corporais.

Apesar das controvérsias existentes, os jogos eletrônicos vêm se consolidando como ambientes de aprendizagem e socialização, que, por sua vez exigem leituras críticas por parte dos usuários, que podem ser construídas através da mediação da escola, da família e dos próprios pares (ALVES, 2005, p. 80).

retrospectiva11

      No campo pedagógico, os jogos eletrônicos podem ser um suporte utilizado pelo professor, pois “o jogo computadorizado é uma ferramenta que pode trazer diversos benefícios para o processo ensino-aprendizagem” (BARBOSA; MURAROLLI, 2013, p. 46). A natureza lúdica dos jogos eletrônicos permite que o professor planeje aulas interativas criando um ambiente propício para o aprendizado, no qual os alunos poderão praticar o que aprendeu e construir novos conhecimentos.

      Existe uma variedade de sites que disponibilizam jogos que podem ser utilizado pelo professor nas diversas áreas do conhecimento. Seguem abaixo algumas sugestões:

Referências:

ALVES, L. Game Over: jogos eletrônicos e violência. São Paulo: Futura, 2005.

BARBOSA, P. A; MURAROLLI, P. L. Jogos e Novas Tecnologias na Educação. São Paulo: Perspectiva em Ciências e Tecnologia, Vol. 2, n° 2, p. 39-48, mar., 2013.

Anúncios
Esse post foi publicado em POSTS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s