Projeto Político Pedagógico-PPP

Itamar F. P. Figueirôa Jr
Gestor de Recursos Humanos
Graduando em Licenciatura Pedagogia
Bolsista do Programa de Educação Tutorial – PET – UFBA

...

      Mais conhecido como PPP, o Projeto Politico Pedagógico de uma escola é um documento que contem o conjunto de objetivos, missões e desafios da instituição, bem como meios para estes serem alcançados.

      Ele é um projeto porque reúne propostas de ações concretas a executar durante determinado período de tempo que pode-se variar de 2 a 5 anos. A escola é e sempre foi um espaço importante de construção de cidadania. Sendo assim, esse projeto também tem que levar em conta o lado político a fim de formar cidadãos responsáveis e críticos, que atuarão na sociedade. E por fim, ele é pedagógico porque organiza a operação a ser realizada para que o processo de ensino-aprendizagem seja amplamente contemplado.

      Neste projeto deve-se contemplar informações sobre os usuários da escola, que são seus alunos; sobre a comunidade na qual a escola está inserida, levando em consideração seus pontos fortes e os que precisam ser melhor desenvolvidos; sobre a missão, recursos, diretrizes pedagógicas, que formam o currículo da escola e descrevem os conteúdos e os objetivos de ensino; e sobre as metas de aprendizagem e formas de avaliação.

      Lamentavelmente o que se nota nas escolas em geral, são os gestores tendo o PPP como mera formalidade instituída pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBEN (1996) e  não como um projeto de identidade da escola, aquilo que a levaria para um amplo e satisfatório resultado no que tange ao papel principal da escola que é o de formar sujeitos.

Imagem

      E sendo um projeto tão grandioso na parte que tange a sua extensão e importância, o PPP não pode ser elaborado somente pelo gestor da escola, e sim contendo contribuições de todos os envolvidos. Os alunos, pais, professores, gestores, funcionários e comunidade são parte fundamental na elaboração desse projeto, pois cada um vê-lo de um ponto diferente, o que contribuirá para que o mesmo seja o mais democrático possível.

      Alguns descuidos no processo de elaboração do projeto político-pedagógico podem prejudicar sua eficácia e devem ser evitados. São eles:

– Adquirir modelos prontos do PPP, sem a criação participativa dos envolvidos.
– Confundir o documento com relatórios de projetos institucionais.                                   – Deixar o documento inacessível.

 

Referência

BRASIL, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: MEC, 1996

PADILHA, Paulo Roberto. Planejamento dialógico: como construir o projeto político-pedagógico da escola. São Paulo: Cortez, 2001.

MEDEL, Cássia Ravena Mulin de Assis. Projeto político-pedagógico: construção e implementação na escola. Rio de Janeiro: Autores Associados, 2008.

Anúncios
Esse post foi publicado em POSTS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s