Contrato Pedagógico: corresponsabilidade de professores e alunos

Por: Marcos Machado (Estudante de Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA).

9b58195e826a9fd46c7ecd0cf5e84c55 As sociedades são regidas, em geral, por normas preestabelecidas que respaldam as relações, quer sejam comerciais, jurídicas, profissionais, éticas, afetivas (casamento), morais e, também, sociais. Assim sendo, iniciar a compreensão de cumprimento destas normas desde a escola é de fundamental importância na formação dos sujeitos.

Por isso, proponho neste texto a aplicação de uma ferramenta essencial no processo educativo das crianças e adolescentes: o contrato pedagógico. Ele nada mais é do que o estabelecimento de regras de convivência, conduta, atitudes que devem ser seguidas pelos envolvidos no contrato, em geral professores e alunos.

Ouvi certa feita que uma turma impediu determinado professor de entrar em sala, uma vez que chegou atrasado para dar sua aula. O modo como isso se deu, muito embora possa parecer um absurdo alunos impedirem professores de darem aulas, serviu de grande lição para todos na escola, afinal de contas, em um contrato firmado por ambas as partes, não se pode exigir que apenas uma delas cumpra as cláusulas.

contratoO contrato ou acordo deve ser formulado, pensado e registrado no início do ano letivo, considerando os desejos e anseios dos sujeitos. Um professor atento respeita e ouve o que os alunos têm a sugerir como proposta para as regras. Isso vale, também, para os pequenos. É um exercício de escuta. Claro que, se a regra só favorece a um dos lados, deve ser revista e proposta uma adaptação ou atualização dela. Pode-se ainda considerar revisar os combinados de anos anteriores, tendo em mente as mudanças de um seriado para outro. Exemplo: uma turma que transita entre os Anos iniciais do Ensino Fundamental para o primeiro ano dos Anos Finais do Ensino Fundamental. Há uma série de mudanças que ocorrem neste período, portanto, sempre que possível, pode-se pegar o contrato pedagógico do ano anterior e propor uma revisão, ponderando que deve ser visto e aplicado pelo maior número possível de professores deste seriado novo (em geral, o sexto ano tem, no mínimo, 10 professores, enquanto o quinto ano, ainda do Fundamental I, em geral, apenas uma professora).

Reforço a necessidade de se observar que o contrato deve ser escrito, formulado e assinado também pelo professor, pois em geral o que se vê é a imposição deste contrato pelo professor para que os alunos, apenas eles, cumpram os objetivos. Quando também o professor assina, participa e cumpre os combinados, as cobranças das ações feitas ou não pelos alunos torna-se mais legítima. Em outras palavras, se o professor dá o exemplo no cumprimento de tais regras, os alunos certamente se sentirão impulsionados a agirem de acordo com o contrato, pois as ações dos professores validam o contrato.

E esta proposta pode e deve ser utilizada em diversos seriados, desde a pré-escola até o Ensino Médio. E, inclusive, a sujeição às regras do contrato favorece uma aproximação entre alunos e professores, já que os alunos compreendem que, se o professor, que é autoridade em sala de aula tem direitos, mas também deveres e respeita as regras, não há porque ele não respeitar.

E você, já utiliza deste recurso pedagógico para ensinar o respeito às regras e também ferramenta para auxiliar a disciplina de alunos? Tem funcionado? Deixe-nos suas impressões no espaço reservado aos comentários.

 

 

REFERÊNCIAS:

BRUINI, Eliane da Costa. Contrato Pedagógico. São Paulo, 2014. Disponível em: <http://educador.brasilescola.com/trabalho-docente/contrato-pedagogico.htm&gt;.  Acesso em: 27 jan. 2015.

Créditos da primeira imagem: < http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/21-junhodia-internacional-aperto-mao.htm&gt;. Acesso em: 05 jan 2015.

Créditos da segunda imagem: <http://rsbbconsultoria.blogspot.com.br/2011/10/trabalho-em-equipe.html&gt;. Acesso em: 27 jan 2015.

Anúncios
Esse post foi publicado em POSTS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s