Relações família e escola

Família e Escola

O presente artigo tem como objetivo compreender as relações entre configurações familiares e sucesso escolar de crianças e jovens pertencentes às classes populares e oriundos de escolas públicas. Desse modo busca-se analisar a relação desses sujeitos com o saber.

Os primeiros estudos sobre por que motivo as crianças das classes populares fracassam na escola sofreu forte influência dos Estados Unidos nos anos 60. Segundo estes estudos, as crianças e jovens fracassam por apresentar déficit cultural legitimando assim as desigualdades sociais como um fenômeno natural, ou seja, as crianças e a família eram apresentadas como os responsáveis pelo seu fracasso escolar.

Segundo estudos realizados pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu, o currículo escolar é construído por conteúdos que demandam conhecimentos que estão fora da escola. Tais conhecimentos não integram o universo das camadas populares. Para Pierre Bourdieu, então, crianças e jovens que pertencem às classes populares não possuem os bens simbólicos (capital cultural) potencializadores da educação escolar.

Nesse sentido, a escola deve pensar no Projeto Político Pedagógico que atenda as necessidades de aprendizagem das crianças e jovens das classes populares, permitindo o acesso aos bens simbólicos que interferem diretamente na formação de sujeitos críticos, autônomos e reflexivos.

É também importante que a escola convença os pais de seus alunos a acompanhar a vida escolar dos filhos. A atenção e o olhar interessados dos pais funcionam como operações motivadoras para que crianças e adolescentes invistam na apropriação do capital simbólico transmitido pela escola através, por exemplo, da realização das tarefas de casa.

Caroline Beatriz Silva

Bibliografias Consultadas: 

ROSA, D. L. ; LORDÊLO, J. A. C. . Famílias Educógenas: como as famílias pobres criam ambientes favoráveis para o ambiente escolar?. In: Robinson Tenório e José Albertino Lôrdelo. (Org.). Educação Básica: Contribuições da Pós-graduação e da Pesquisa. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2009, v. 1, p. 19-34.

GOMES, Selma Regina . Fracasso Escolar: Contribuições de Bourdieu. Iporá Goiás: Universidade Estadual de Goiás – Unidade Acadêmica de Iporá, 2012 (Artigo).

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts 2009 - 2013. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s